Conferência anual da Astronomical Data Analysis Software and Systems (ADASS) será realizada no Chile

10 de agosto de 2017 | LIneA

Entre os dias 22 e 26 de outubro será realizada pela primeira vez na América Latina a conferência Anual Astronomical Data Analysis Software and Systems (ADASS). A cada ano, o evento tem sede em um local diferente no mundo e desta vez a cidade de Santiago, no Chile, será o destino do 27º fórum destinado a astrônomos, cientistas da computação, engenheiros de software, docentes e estudantes que trabalham em áreas relacionadas a algoritmos, software e sistemas para a aquisição, redução, análise e disseminação de dados astronômicos. Um dos grandes objetivos do encontro, além de falar sobre ciência, é promover a comunicação entre desenvolvedores e usuários explorando a variedade de conhecimentos para estimular o desenvolvimento de softwares e sistemas para enfrentar os desafios da ciência de dados da astronomia.

Os órgãos anfitriões e condutores do encontro serão o European Southern Observatory (ESO), Atacama Millimeter/submillimiter Array (ALMA) e Federico Santa María Technical University (UTFSM) em colaboração com várias agências governamentais e instituições chilenas.

Muitos temas vão estar em pauta durante o ADASS XXVII. Os principais são:

  • Astronomia: colaboração, desenvolvimento de novos métodos, ferramentas, licenciamento, obstáculos e críticas gerais.
  • Os desafios para operações em grande escala de instrumentos astronômicos.
  • Aprendizado por máquinas aplicado à análise de dados astronômicos.
  • Troca de dados astronômicos e infraestrutura de grandes centros de dados na era de massivos intercâmbios de dados.
  • Software de operações de observatórios para telescópios localizados na Terra e também no espaço, passando por toda a cadeia de valores do processo.
  • Interação homem-computador: interfaces de usuário, diretrizes de design e interfaces para grandes conjuntos de dados.
  • Computação de alto desempenho para redução de dados astronômicos.
  • Algoritmos e Software para a Radioastronomia
  • Software de simulação para astronomia.
  • Aspectos gerais de educação e ciência cidadã.
blank
Céu noturno acima dos radiotelescópios ALMA, um dos observatórios mais altos e mais complexos do mundo, localizados a 5000 metros de altitude, no norte do Chile. Crédito: Babak A. Tafreshi (http://www.twanight.org/)

Deixe um comentário